Centro Imobiliário

Duas pessoas apertando suas mãos, selando um acordo

Apesar de ser um processo relativamente simples, poucas pessoas entendem de forma aprofundada como funciona a permuta de imóveis. Acompanhe nosso guia e tire todas as suas dúvidas sobre esse formato de negociação.

A permuta de imóveis é uma forma de contrato onde as partes entram em um acordo para, simultaneamente, realizar uma troca de bens de valor equivalente. Dessa forma, casas, apartamentos, terrenos e unidades que ainda serão construídas podem ser negociados com ou sem compensação de valores.

Confira, a seguir, todas as formas de realizar uma permuta de imóveis.

Tipos de permuta de imóveis

Permuta de imóveis Simples

Em casos onde ambos os bens se equivalem em termos de valor, o processo da permuta é bastante simples. Nesse caso, sob contrato, os proprietários apenas invertem o endereço do seu patrimônio e, para tanto, não precisam ser consideradas dívidas anteriores nem demais questões jurídicas.

Permuta de imóveis com Torna

Quando os 2 imóveis a serem trocados são de diferentes valores, é possível fazer a permuta com torna. Nesse formato o proprietário do bem de menor valor dá o seu imóvel como parte do pagamento e complementa o restante com o valor correspondente.

Nesses casos, o importante é determinar os valores dos imóveis de forma justa, deixando de lado o afeto que cada proprietário tem com a sua casa e estudando junto ao consultor imobiliário o valor de mercado de cada uma das propriedades.

Quero colocar meu imóvel para permuta, o que devo fazer?

Quando você contatar uma imobiliária para disponibilizar seu imóvel para permuta, procure se antecipar aos questionamentos do corretor, buscando assim agilizar o processo.

Defina qual seu objetivo com a permuta

Você tem um imóvel e quer trocar por outro, mas para isso é importante definir exatamente o que procura! Essa clareza ajudará o corretor no processo. Portanto entenda qual seu objetivo com a troca.

Talvez sua prioridade seja um imóvel bem próximo à praia, para reunir familiares e amigos ou até garantir uma fonte de renda com aluguel de temporada (listamos algumas dicas sobre o assunto aqui).

Outros bons direcionamentos para o seu corretor podem ser apontamentos como a necessidade por um imóvel maior ou menor que o seu atual, uma localização próxima ao seu local de trabalho ou até o desejo por um imóvel em condomínio, por exemplo.

Comunique suas Preferências

Além de definir qual o motivo na busca por uma permuta, é importante comunicar ao seu corretor algumas de suas preferências em relação ao próprio imóvel, sua localização e até os formatos de negociação (que explicamos ainda neste artigo).

É necessário que você sinalize o que não abre mão em um imóvel (distância da praia ou do centro, número de quartos, área de lazer, valor de condomínio, se aceita animais, portaria 24 horas, …) ou na região em que ele se encontra.

Saber quais suas limitações na negociação também facilitam muito o trabalho do corretor de imóveis e, consequentemente, agilizam o processo de busca da casa ideal.

Caso você não tenha dinheiro disponível para acrescentar no valor do imóvel que pretende negociar, por exemplo, deixe claro que procura uma permuta simples.

Qual a sua disponibilidade em aguardar o processo de permuta?

A permuta exige um trabalho minucioso do corretor de imóveis, que precisa cruzar informações para chegar a um bom negócio para ambas as partes, então informar a sua disponibilidade de tempo para que a transação seja efetivada é fundamental. Portanto:

  • Defina a sua disponibilidade de entrega e/ou desocupação do imóvel;
  • Programe sua disponibilidade para visitar os imóveis disponíveis para o negócio, só após a visita vocês poderão dar início a negociação;
  • Libere seu imóvel para a visitação de candidatos à permuta.

Definindo os Valores de Negociação

Em alguns casos, o valor dos imóveis envolvidos na permuta pode causar confusão. Isso ocorre pois o valor do metro quadrado varia muito entre as regiões, de forma que um apartamento de 70m² em um bairro nobre de São Paulo pode chegar a valer mais do que uma casa de 2 lotes em Peruíbe, por exemplo.

Como falamos, nesse momento é importante que o proprietário se baseie nos dados de mercado e não no afeto que tem com o imóvel. Conte com o consultor imobiliário para entender quais são os valores praticados na sua região, pesquise sites de imobiliárias e defina um valor justo para efetivar a troca.

Um ponto muito importante é que, mesmo em permutas sem torna, você deverá disponibilizar alguma quantia para as despesas com certidões, cartórios e transmissão de bens, informe-se com seu corretor sobre esses valores.

Como funciona a comissão em caso de permutas?

É importante deixar no radar que a comissão imobiliária está atrelada ao produto de venda, e não ao corretor de imóveis. Dessa forma, se 2 produtos estão envolvidos em uma negociação, automaticamente serão cobradas 2 comissões, sendo devido assim 6% sobre o valor de cada um dos imóveis negociados, a ser pago para o corretor responsável.

Cabe aqui esclarecer: os corretores de imóveis que conseguem fechar esse tipo de negócio para seus clientes têm grande mérito e foram bastante exigidos ao longo do processo, já que é um tipo de negociação extremamente trabalhosa (e que precisa trazer vantagens para ambos os proprietários).

Imposto de Renda

Após fazer uma permuta, como fica o meu imposto de renda?

Como dissemos lá em cima, se a permuta for apenas a troca de bens de igual valor, você não precisará declarar a negociação no seu imposto de renda. Tudo se mantém como está, já que não houveram alterações no seu patrimônio.

Se o seu caso é uma permuta com torna, ou seja, se você deu seu imóvel de valor inferior como parte do pagamento para adquirir um imóvel de maior valor, será necessário incluir essa informação na sua próxima declaração.

Segurança no processo de permuta

A permuta é um modelo de negociação vantajoso para todas as partes envolvidas, porém exige grande dedicação do corretor de imóveis e da imobiliária, que fornece todo suporte jurídico para que ambos os lados estejam protegidos e ainda dos proprietários, que precisam estar abertos para propostas e questionamentos.

Dicas finais para a sua permuta

Como falamos antes, não é simples encontrar um imóvel exatamente como o que você procura disponível para permuta. Isso ocorre pois existem poucas opções no mercado, já que não são todos os proprietários dispostos a efetivar uma troca.

Portanto, ao procurar por uma transação nesse formato, você deverá estar disposto a ceder um pouco em relação aos seus objetivos.

O melhor caminho para iniciar o processo de troca de imóveis é escolher uma imobiliária com uma grande carteira de imóveis, já que a possibilidade de possuir algum que se encaixe nos seus critérios (e, claro, aceite a permuta) é bem maior.

No Centro Imobiliário temos imóveis disponíveis para permuta em Santos, Peruíbe e Itanhaém, confira nos links abaixo:

Encarar seu corretor de imóveis como um grande parceiro nessa procura ajudará muito todo o processo, tornando ainda mais importante a escolha por uma equipe qualificada e pronta para acompanhar você nesta jornada.

Em último caso, se você não encontrar o imóvel ideal para realizar uma permuta, vale explorar a ideia de realizar um financiamento. Mudando-se para uma nova casa, você coloca imediatamente seu antigo imóvel à venda e, assim que negociá-lo, pode quitar suas parcelas da nova moradia. Lembrando que você ainda pode alugar seu antigo imóvel enquanto não consegue efetuar a venda.

Se você quiser entender tudo sobre o financiamento, confira o nosso e-book gratuito sobre como financiar um imóvel.

Deixe um comentário